AS DROGAS MATAM

O TABACO PODE MATAR

Você pode escolher: A VIDA É SUA!


Quarta-feira, 07.09.11

Pedrinho estava indo pra escola quando tropeçou numa pedra, caiu e achou um bilhetinho. Então ele leu o bilhetinho e levou pra escola.
Chegando lá a professora perguntou por que ele tinha se atrasado e ele respondeu:
Quando eu tava vindo pra escola eu cai e achei esse papelzinho.
Então deixe eu ver esse papelzinho.
Depois de ler o papelzinho ela falou:
-- Que desaforo! Já pra directoria.

E lá foi o Pedrinho pra directoria. Chegando lá a directora perguntou:
-- O que você está fazendo aqui, Pedrinho?
-- É que quando eu tava vindo pra escola, eu tropecei numa pedra e achei esse bilhete; trouxe pra escola, a  professora leu e me mandou pra cá..
Depois de ler o tal bilhete a directora falou:
-- Tá expulso, já pra tua casa!!!

Chegando a casa sua mãe perguntou o que ele estava fazendo tão cedo em casa.
-- É que quando eu tava indo pra escola, eu tropecei numa pedra, achei esse bilhetinho, levei ele pra escola, a professora leu, me mandou pra directoria e a directora  me mandou pra casa. E depois de ler o tal papelzinho  a mãe dele falou:
-- Que desaforo, menino, vai lá no serviço do seu pai falar com ele.

Chegando lá, o pai de Pedrinho perguntou o que ele estava fazendo lá e ele respondeu:
É que eu tava indo pra escola, tropecei, achei esse bilhete, levei pra escola, a professora leu, me mandou pra directoria, a directora leu, me mandou pra casa, a mãe leu e mandou eu vir pra cá.
Depois de ler o bilhete, seu pai falou:
-- Que desaforo, menino, tá expulso de casa.

Chegando em baixo do viaduto, o mendigo perguntou o que ele estava fazendo lá e Pedrinho respondeu:
-- É que quando eu tava indo pra escola eu tropecei, achei esse bilhetinho, levei o bilhete pra escola,  a professora leu, me mandou pra directoria, a directora  leu, me mandou pra casa, minha mãe leu, me mandou alar com meu pai que me expulsou de casa e mandou eu vir pra cá. O mendigo, então, lendo o bilhetinho, chamou o policial, então o policial perguntou pra Pedrinho por que ele tava lá e ele respondeu: -- É que eu tava indo pra escola quando eu tropecei, encontrei esse bilhetinho, levei pra professora leu, me mandou pra directoria a directora leu, me mandou pra casa, a minha mãe leu, me mandou falar  com meu pai, meu pai leu, me expulsou de casa e mandou eu vir pra cá, o mendigo leu e chamou o senhor aqui.
O guarda, depois de ler o bilhete, disse:
-- Está preso!

Chegando lá o outro preso perguntou o que ele estava fazendo lá e Pedrinho respondeu:
-- É que eu tava indo pra escola e tropecei e encontrei esse bilhete então eu levei pra escola, a professora leu e me mandou pra
directoria, a directora leu e me mandou pra casa, minha mãe leu e me mandou falar com meu pai, meu pai leu e me expulsou de casa e mandou eu ir pra de baixo do viaduto, o mendigo leu e chamou o guarda, o guarda leu e me prendeu aqui.
O preso então, depois de ler o bilhetinho chamou o carcereiro.

 

Chegando lá o carcereiro perguntou prò Pedrinho o que ele estava fazendo lá então ele respondeu:

É que eu tava indo pra escola, tropecei, achei esse bilhete, levei pra escola, a professora leu, e me mandou pra directoria, a directora leu, me mandou pra casa, minha mãe leu e me mandou falar com meu pai, pai leu, me expulsou de casa e mandou eu ir pra debaixo do viaduto chegando lá eu encontrei o mendigo que leu, e chamou o guarda, que leu e me prendeu, depois o preso leu e chamou o senhor.
Depois de ler o bilhete o carcereiro falou:
-- Já pra cadeira eléctrica!!!

Chegando no céu, São Pedro falou:
-- O que você está fazendo aqui meu filho?
-- É que eu tava indo pra escola tropecei e achei esse bilhete, levei pra escola a professora leu, me mandou pra directoria, a directora leu, me mandou pra casa, minha mãe leu e mandou eu ir falar com meu pai, meu pai leu me expulsou de casa e mandou eu ir pra debaixo do viaduto, lá eu encontrei o mendigo que leu e chamou o guarda, que leu e me prendeu, lá o preso leu e chamou o carcereiro que depois de ler mandou eu ir pra cadeira eléctrica e eu vim parar aqui.
Depois de ler o bilhetinho São Pedro falou:
-- Já prò inferno!!!

Chegando lá o diabo perguntou por que ele tava lá e ele respondeu:
-- É que eu tava indo pra escola quando eu tropecei numa pedra e achei esse bilhete, levei pra escola, a professora leu, me mandou pra directoria, a directora leu e me mandou pra casa, minha mãe leu, me mandou falar com meu pai, meu pai leu me expulsou de casa e mandou eu ir pra debaixo do viaduto, chegando lá o mendigo leu, chamou o guarda, o guarda leu e me
prendeu chegando lá o preso leu, chamou o carcereiro, o carcereiro leu, me mandou pra cadeira eléctrica, chegando no céu São Pedro leu e me mandou pra cá.

E na hora que o diabo pegou o bilhetinho pra ler, o papel queimou, então Pedrinho ficou por lá e nós ficamos sem saber o que estava escrito na PORRA  do bilhete. Não precisam xingar, é só repassar ...   rsrsrs

--------------------------------------------

artigo recebido por repasse, via Internet  (s/autoria)


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 22:45 | link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito

Segunda-feira, 06.09.10

Não dá para acreditar que estas advertências estão realmente escritas em embalagens de produtos vendidos em Portugal.

As advertências aos consumidores abaixo foram coleccionadas em hipermercados portugueses, em duas horas apenas, por um médico brasileiro que ministrou curso em Lisboa, a convite da OMS.

Todas são absolutamente verdadeiras, inclusive os nomes dos produtos. 

Num secador de cabelos:
"NAO USE QUANDO ESTIVER DORMINDO"
(Sei lá, você pode querer ganhar tempo.)

Na embalagem do sabonete anti-séptico Dial: 
"INDICAÇÕES: UTILIZAR COMO SABONETE NORMAL"
(Boa! Cabe a cada um imaginar pra que serve um sabonete anormal)

Em alguns pacotes de refeições congeladas Swan: 
"SUGESTÃO DE APRESENTAÇÃO: DESCONGELAR PRIMEIRO"
(É só sugestão, tá ok? De repente o pessoal pode estar a fim de chupá-las como picolé.) 

Numa touca para o duche:
"VÁLIDO PARA UMA CABEÇA"
(Alguém muito romântico poderia colocar a sua e a da amada na mesma touca.) 

Na sobremesa Tiramisú da marca Tesco, impresso no lado de baixo da caixa:
"NÃO INVERTER A EMBALAGEM"
(Opa! Se você leu o aviso, é porque já inverteu!) 

No pudim da Marks & Spencer:
"ATENÇÃO: O PUDIM ESTARÁ QUENTE DEPOIS DE AQUECIDO"
(Brilhante!)

Na embalagem do ferro de passar Rowenta de fabricação alemã:
"NÃO ENGOMAR A ROUPA SOBRE O CORPO"
(Gostaria de conhecer a infeliz criatura que não deu ouvidos a este aviso)

Num medicamento pediátrico contra o catarro infantil, da Boots:
"NÃO CONDUZA AUTOMÓVEIS NEM MANEJE MAQUINÁRIA PESADA

DEPOIS DE TOMAR ESTE MEDICAMENTO"

(Tantos acidentes poderiam ser evitados se fosse possível manter esses travessos miúdos de 4 anos longe dos volantes dos carros e dos tractores Caterpillar)

Nas pastilhas para dormir da Nytol:
"ADVERTÊNCIA: PODE PRODUZIR SONOLÊNCIA" 
(Pode não, deve! Foi pra isso que eu comprei).

Numa faca de cozinha:
"IMPORTANTE: MANTER LONGE DAS CRIANÇAS E ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO" 
(Será que lá os cachorros e gatos são ninjas disfarçados? Nunca vi nenhum mexer em faca!)

Numa caixa de luzes decoração de Natal: 
"USAR APENAS NO INTERIOR OU NO EXTERIOR"
(Alguém pode me dizer qual é a 3ª opção?)

Nos pacotes de amendoim da Sainsbury: 
"AVISO: CONTÉM AMENDOINS"
(Mania de estragar as surpresas!)

Numa serra eléctrica da Husqvarna, de fabricação sueca:
"NÃO TENTE DETER A SERRA COM AS MÃOS OU OS GENITAIS" 
(Kit de castração caseira?)

Num saquinho de batatas fritas:
"VOCÊ PODE SER O VENCEDOR. NÃO É NECESSÁRIO COMPRAR. DETALHES DENTRO". 
(sem comentários)

Numa fantasia infantil de Super-Homem:
"O USO DESSE TRAJE NÃO O TORNA APTO A VOAR".
(Olha como isso destrói a imaginação da criança!) 


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 22:28 | link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito

Domingo, 06.09.09

Recentemente foi encontrado um bebé à porta duma empresa.
Entretanto, os primeiros funcionários a chegar ao trabalho, acabaram por alimentar o bebé e apresentaram-no à administração para decidirem o que deveria ser feito com aquela criança.
A administração acabou por emitir a seguinte comunicação interna:
 
para: recursos humanos
 
" Acusamos o recebimento de um recém-nascido de origem desconhecida.
Forme-se uma comissão para esclarecer:
1ª - E o achado é produto da casa?
2ª - Se algum funcionário da casa está envolvido com o caso? "
 
Após um mês de investigação, o drh enviou à administração a seguinte comunicação interna:
 
de: Comissão de investigação
para: Administração
 
" Após quatro semanas de diligentes investigações, concluímos que o bebé não pode ser produto desta empresa:
 
Motivos:

- actualmente, na nossa empresa nada é feito com prazer ou com amor
- actualmente, na nossa empresa jamais duas pessoas colaboraram tão intimamente entre si
- actualmente, na n/empresa não é feito nada que tenha pés ou cabeça
- actualmente, na n/empresa jamais é possível alguma coisa ficar pronta em nove meses!!!  "


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 22:25 | link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito

Sábado, 06.09.08
A Al Qaeda queria explodir o Cristo Redentor.
Documentos mantidos em sigilo pela Polícia Federal revelam que a Al Qaeda, organização terrorista de Osama Bin Laden, ordenou a execução de atentado no Brasil.
O alvo da ação seria a estátua do Cristo Redentor, localizada no alto do morro do Corcovado e um dos símbolos mais conhecidos do Rio de Janeiro, tanto no Brasil quanto no exterior.
 
De acordo com informações obtidas hoje em Brasília, a ordem de Bin Laden decorreu do ódio que o saudita nutre por festas monumentais, como o carnaval carioca, para ele "um símbolo da globalização da  alegria".
Demolidor de ídolos e iconoclasta como os talibãs que explodiram Estátuas de Buda no Afeganistão, ele destacou dois mujahedins para seqüestro e uso de avião que seria lançado contra a estátua, a seu ver "símbolo dos infiéis cristãos".
Hora a hora, a frustração.
Os registros da Polícia Federal dão conta de que os dois terroristas chegaram ao Aeroporto Internacional Tom Jobim em 22 de setembro, domingo, às 21h47m, no vôo da Air France procedente do Canadá, com escala em Miami.
A missão começou a sofrer embaraços já no desembarque, quando a bagagem dos muçulmanos foi extraviada.
Após quase seis horas de peregrinação por diversos guichês e dificuldade de comunicação em virtude do inglês fortemente marcado por sotaque árabe, os dois saem do aeroporto, aconselhados por funcionários da Infraero a voltar no dia seguinte, com intérprete.
A Polícia Federal investiga a possibilidade de eles terem apanhado um táxi pirata na saída do aeroporto, pois o motorista percebeu que eram estrangeiros e rodou uma hora e meia dando voltas com eles pela cidade até abandoná-los em lugar ermo da Baixada Fluminense.
No trajeto, ele parou o carro e três cúmplices os assaltaram e espancaram.
Eles conseguiram ficar com alguns dólares que tinham escondido em cintos próprios para transportar dinheiro e pegaram carona num caminhão que  entregava gás e estava a caminho da Rocinha.
 
Na segunda-feira, às 7h33m, graças ao treinamento de guerrilha que receberam nas cavernas do Afeganistão e nos campos minados da Somália, os dois terroristas conseguem chegar a um hotel de Copacabana.
Alugam um carro na Hertz e voltam ao aeroporto, determinados a seqüestrar logo um avião e jogá-lo bem no meio dos braços abertos do Cristo Redentor.
 
Enfrentam um congestionamento monstro por causa de uma manifestação de estudantes e professores em greve e ficam três horas parados na Avenida Brasil, altura de Manguinhos, onde seus relógios são roubados em um arrastão.
 Às 12h30m, resolvem ir para o Centro da cidade e procuram uma casa de câmbio para trocar o pouco que sobrou de dólares.
Recebem notas de R$ 100 falsas, dessas que são feitas grosseiramente a partir de notas de R$ 1.
Por fim, às 15h45m chegam ao Tom Jobim para seqüestrar um avião.
Os pilotos da VARIG estão em greve por mais salário e menos horas de trabalho.
Os controladores de vôo também pararam (querem equiparação com os pilotos).
O único avião na pista é da VASP, mas está sem combustível.
Foi fretado pela Soletur.
Aeroviários e passageiros estão acantonados na sala de espera e nos corredores do aeroporto, tocando pagode e gritando slogans contra o governo.
O Batalhão de Choque da PM chega batendo em todos, inclusive nos terroristas.
Os árabes são conduzidos à delegacia da Polícia Federal no Aeroporto, acusados de tráfico de drogas, em face de flagrante forjado pelos policiais, que "plantaram" papelotes de cocaína nos bolsos dos dois.
 
Às 18 horas, aproveitando o resgate de presos feito por um esquadrão de bandidos do Comando Vermelho, eles conseguem fugir da delegacia em meio à confusão e ao tiroteio.
 
Às 19h05m, os muçulmanos, ainda ensangüentados, se dirigem ao balcão da VASP para comprar as passagens.
Mas o funcionário que lhes vende os bilhetes omite a informação de que os vôos da companhia estão suspensos por tempo indeterminado.
 
Eles, então, discutem entre si:
começam a ficar em dúvida se destruir o Riode Janeiro, no fim das contas, é um ato terrorista ou uma obra de caridade.
Às 23h30m, sujos, doloridos e mortos de fome, decidem comer alguma coisa no restaurante do aeroporto.
Pedem sanduíches de churrasco com queijo e limonadas.
Só na terça-feira, às 4h35m, conseguem se recuperar da intoxicação alimentar de proporções eqüinas, decorrenteda ingestão de carne estragada usada nos sanduíches.
Eles foram levados para o Hospital Miguel Couto, depois de terem esperado três horas para que o socorro chegasse e percorresse diversos hospitais da rede pública até encontrar vaga.
No HMC, foram atendidos por uma enfermeira feia e mal-humorada.
Eles teriam de esperar dois dias para serem examinados, se não fosse pelo cólera causado pela limonada feita com água contaminada por coliforme fecal.
Debilitados, só terão alta hospitalar no domingo.
Domingo, 18h20h: os homens de Bin Laden saem do hospital e chegam perto do estádio do Maracanã.
O Vasco acabara de perder para o Bangu, por 6x0.
A torcida cruzmaltina confunde os terroristas com integrantes da galera adversária e lhes dá uma surra sem precedentes.
O chefe da torcida é um tal de "Pé de Mesa", que abusa sexualmente deles.
 
Às 19h45m, finalmente, são deixados em paz, com dores terríveis pelo corpo, em especial na área proctológica.
Ao verem uma barraca de venda de bebida nas proximidades, decidem se embriagar uma vez na vida (mesmo que seja pecado!).
Tomam cachaça adulterada com metanol e precisam voltar ao Miguel Couto. Os médicos também diagnosticam gonorréia (Pé de Mesa não perdoa!).
 
Segunda-feira, 23h42m: os dois terroristas fogem do Rio escondidos na traseira de um caminhão de eletrodomésticos, assaltado horas depois na Serra das Araras.
Desnorteados, famintos, sem poder andar e sentar, eles são levados pela van de uma Ong ligada a direitos humanos para São Paulo.
Viajam deitados de lado.
Na capital paulista, perambulam o dia todo à cata de comida e por volta das 20 horas acabam adormecendo debaixo da marquise de uma loja na Rua Aurora, Centro.
A Polícia Federal ainda não revelou o hospital onde os dois foram internados em estado grave, depois de espancados quase até a morte por um grupo de mata-mendigos.
O porta-voz da PF declarou que, depois que os dois saírem da UTI, serão recolhidos no setor de imigrantes ilegais, em Brasília, onde permanecerão até o Ministério da Justiça autorizar a deportação dos dois infelizes, se tiver verba, é claro.

TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 22:09 | link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito

Segunda-feira, 10.09.07

mulhergorda_dedonariz.jpgE com ele também chegam os pedágios, os congestionamentos na estrada, os bichos geográficos no pé e a empregada cobrando hora-extra.
Verão também é sinónimo de pouca roupa e muito chifre, pouca cintura e muita gordura, pouco trabalho e muita micose.
Verão é picolé de Ki-suco no palito reciclado, é milho cozido na água da torneira, é coco verde aberto pra comer a gosminha branca.
Verão é prisão de ventre de uma semana e pé inchado que não entra no ténis.

Mas o principal, o ponto alto do verão é... a praia!! Ah, como é bela a praia!
Os cachorros fazem cocó e as crianças pegam pra fazer colecção.
Os casais jogam frescobol e acertam a bolinha na cabeça das velhas.
Os jovens de jet-ski atropelam os surfistas, que por sua vez, miram a prancha pra abrir a cabeça dos banhistas.
O verão é Brasil, é selva, é Carnaval, é tribo de índio canibal.
Todo mundo nu de pele vermelha.
As mulheres de tanga, os homens de calção tão justo que dá até pra ver o veneno da flecha, e todo mundo se comendo cru.

O melhor programa pra quem vai à praia é chegar bem cedo, antes do sorveteiro, quando o sol ainda está fraco e as famílias estão chegando.
Muito bonito ver aquelas pessoas carregando vinte cadeiras, três geladeiras de isopor, cinco guarda-sóis, raquete, frango, farofa, toalha, bola, balde, chapéu e prancha, acreditando que estão de férias.
Em menos de cinquenta minutos, todos já estão instalados, besuntados e prontos pra enterrar a avó na areia.

E as crianças? Ah, que gracinha!
Os bebés chorando de desidratação, as crianças pequenas se socando por uma conchinha do mar,
os adolescentes ouvindo walkman enquanto dormem.
As mulheres também têm muita diversão na praia, como buscar o filho afogado e caminhar vinte quilómetros pra encontrar o outro pé do chinelo.
Já os homens ficam com as tarefas mais chatas, como perfurar um poço pra fincar o cabo do guarda-sol. É mais fácil achar petróleo do que conseguir fazer o guarda-sol ficar em pé.

Mas tudo isso não conta, diante da alegria, da felicidade, da maravilha que é entrar no mar!
Aquela água tão cristalina, que dá pra ver os cardumes de latinha de cerveja no fundo.
Aquela sensação de boiar na salmoura como um pepino em conserva.
Depois de um belo banho de mar, com o rego cheio de sal e a periquita cheia de areia, vem aquela vontade de fritar na chapa.
A gente abre esteira velha, com cheiro de velório de bode, bota o chapéu, os óculos escuros e puxa um ronco bacaninha.
Isso é paz, isso é amor, isso é o absurdo do calor.

Mas, claro, tudo tem seu lado bom... à noite o sol vai embora.
Todo mundo volta pra casa tostado e vermelho como mortadela, toma banho e deixa o sabonete cheio de areia pró próximo.
O Champô acaba e a gente acaba lavando a cabeça com qualquer coisa, desde o creme de barbear até desinfectante de privada.
As toalhas, com aquele cheirinho de mofo que só a casa de praia oferece.
Aí, uma bela macarronada pra entupir o bucho e uma dormidinha na rede pra adquirir um bom torcicolo e ralar as costas queimadas.

O dia termina com uma boa rodada de tranca e uma briga em família.
Todo mundo vai dormir bêbado e emburrado, babando na fronha e torcendo, pra que na manhã seguinte, faça aquele sol e todo mundo possa se encontrar no mesmo inferno tropical...
-----------------------------
6/12/2003
Rosana Hermann - blog Querido Leitor.
The summer is tragic!
http://www.farofa.com.br/secret/summer.htm


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 15:43 | link do post | E custa, comentar neste blog? | ver fofocas (1) | favorito

Segunda-feira, 02.10.06

1. INDUMENTÁRIA:
O Informamos que o funcionário deverá trabalhar vestido de acordo com o seu Salário.
Se o virmos calçado com uns ténis Adidas de 100EUR ou com uma bolsa Gucci de 150EUR, presumiremos que está muito bem de finanças e portanto, não precisa de aumento.
Se ele se vestir de forma pobre, será um sinal de que precisa aprender a controlar melhor o seu dinheiro para que possa comprar roupas melhores e portanto, não precisa de aumento.
E se ele se vestir no meio-termo, estará perfeito e portanto, não precisa de aumento.

2.AUSÊNCIA DEVIDO A DOENÇA:
Não vamos mais aceitar uma declaração do médico como prova de doença.
Se o funcionário tem condições para ir até ao consultório médico também tem para vir trabalhar.

3. CIRURGIA:
As cirurgias são proibidas.
Enquanto o funcionário trabalhar nesta empresa, precisará de todos os seus órgãos, portanto, não deve pensar em tirar nada.
Nós contratámo-lo inteiro.
Remover algo constitui quebra de contrato.

4. AUSÊNCIAS DEVIDO A MOTIVOS PESSOAIS:
Cada funcionário receberá 104 dias para assuntos pessoais, em cada ano.
Chamam-se Sábados e Domingos.

5. FÉRIAS:
Todos os funcionários têm direito a gozar ainda mais 12 dias de férias nos seguintes dias de cada ano:
1 de Janeiro, Dia de Páscoa, 25 de Abril, 1 de Maio, 10 de Junho, 15 de Agosto, 5 de Outubro, 1 de Novembro, 1 de Dezembro, 8 de Dezembro, 25 de Dezembro.

6. AUSÊNCIA DEVIDO AO FALECIMENTO DE ENTE QUERIDO:
Esta não é uma justificação para perder um dia de trabalho.
Não há nada que se possa fazer pelos amigos, parentes ou colegas de trabalho falecidos.
Todo o esforço deverá ser empenhado para que os não-funcionários cuidem dos detalhes.

Nos casos raros, onde o envolvimento do funcionário é necessário, o enterro deverá ser marcado para o final da tarde.
Teremos prazer em permitir que o funcionário trabalhe durante o horário do almoço e, daí sair uma hora mais cedo, desde que o seu trabalho esteja em dia.

7. AUSÊNCIA DEVIDO À SUA PRÓPRIA MORTE:
Isto será aceite como desculpa. Entretanto, exigimos pelo menos 15 dias de aviso prévio, visto que cabe ao funcionário treinar o seu substituto.

8. O USO DOS LAVABOS:
Os funcionários estão a passar tempo demais na casa de banho.
No futuro, seguiremos o sistema de ordem alfabética. Por exemplo, Todos os funcionários cujos nomes começam com a letra 'A' irão entre as 9:00 e 9:20, aqueles com a letra 'B' entre 9:20 e 9:40, etc.

Se não puder ir na hora designada, será preciso esperar a sua vez, no dia seguinte.
Em caso de emergência, os funcionários poderão trocar o seu horário com um colega. Ambos os chefes dos funcionários deverão aprovar essa troca, por escrito.
Adicionalmente, agora há um limite estritamente máximo de 3 minutos na sanita. Acabando esses 3 minutos, um alarme tocará, o rolo de papel
higiénico será recolhido, a porta da sanita abrir-se-á e uma foto serátirada. Se for repetente, a foto será afixada no quadro de avisos e Intranet
do Serviço com o título infractor Crónico.

9. A HORA DO ALMOÇO:
Os magros têm 30 minutos para o almoço, porque precisam comer mais para parecerem saudáveis.
As pessoas de tamanho normal têm 15 minutos para comer uma refeição balanceada que sustente o seu corpo mediano.
Os gordos têm 5 minutos, porque é tudo que precisam para tomar uma salada e um moderador de apetite.
Muito obrigado pela sua fidelidade à nossa empresa. Estamos aqui para proporcionar uma experiência laboral positiva. Portanto, todas as dúvidas, comentários, preocupações, reclamações, frustrações, irritações, desagravos, insinuações, alegações, acusações, observações, consternações e quaisquer outras... ões' deverão ser dirigidas para outro lugar.

Tenham uma boa semana.
A Administração.


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 18:45 | link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito

Sábado, 01.10.05

dentadura_rir.gifSorriso - o mais popular e carismático, de satisfação em satisfação, desafiou todos os tristes, solitários e deprimidos da praça.
Sorrindo-lhe a sorte, o Sorriso aconteceu nos parques, nas praias e paqueras.
Ganhou logo a maior freguesia.
General condecorado, com uma fileira de dentes afiados, conseguiu enfrentar escancaradamente o mau humor, o mau hálito e os maus hábitos.
Exibindo medalhas, pontes de ouro e outros metais nobres, arrasou cóleras momentâneas e desarmou os mais respeitáveis guardas de trânsito.
Vaidosamente espontâneo e rasgado, não tinha rival.
Convencido do seu charme de conquistador barato, disse sem palavras, tudo o que os outros sonhavam ouvir.
Malandro velho, zombeteiro, driblou adversários na suavidade ou ao dente, cortando e anestesiando línguas ferinas ao sabor de seu deboche, fazendo, em ironia, se ouvir o que não se quis e o que nem Diabo gosta.

O último Sorriso foi no bar da esquina.
Irreverente e inconsequente, ao sorrir para um estranho, não mediu a dose.
O outro, chopeado, ainda ponderou com o décimo copo:
- Das duas uma: é provocação de vadio ou cantada de viado.
E o estranho, sem esperar pelo segundo, com um sorriso trincado de raiva, acertou Sorriso com um alcoolizado murro final.
Agora Sorriso, forçado, com dentadura nova, anda por aí, sorrindo amarelo.
------------------------------------------------
Do livro O ROBÔ DA VIDA e outros Contos
Copyright © 1993 by Angela Moura
www.angelamoura.com

 


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 19:02 | link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito

Segunda-feira, 11.10.04

rapaz_cabecabone.gif

Um garotão inteligente vindo da roça se candidatou a um emprego numa grande loja de departamentos da cidade.
Na verdade, era a maior loja de departamentos do mundo, tudo podia ser comprado nessa loja.
O gerente perguntou ao rapaz:
- Você já trabalhou alguma vez na vida?
- Sim, eu fazia negócios na roça.
O gerente gostou do jeitão simplório do moço e disse:
- Pode começar amanhã e no final da tarde venho verificar como você se saiu.
O dia foi longo e árduo para o rapaz. Às 17:30h o gerente se acercou do novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou:
- Quantas vendas você fez hoje?
- Uma!
- Só Uma?! A maioria dos meus vendedores faz de 30 a 40 vendas por dia!
- De quanto foi a venda que você fez?
- Dois milhões e meio de Reais...
- Como você conseguiu isso???
- Bem, o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande.
Daí eu lhe vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma bem grossa, para pescaria pesada.
Eu lhe perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca oceânica. Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então eu o acompanhei até a secção de náutica e lhe vendi uma lancha importada, de primeira linha. Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha levei-o a secção de carros e lhe vendi uma camioneta com tracção nas quatro rodas.
O gerente levou um susto e perguntou?
- Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui para comprar um pequeno anzol?
- Não senhor, ele entrou aqui, de fato, para comprar um pacote de Modess para a esposa, e eu disse a ele:
- Já que o final de semana do senhor vai ser uma merda, porque o senhor não vai pescar???
-------------------------------------------
Artigo recebido via Internet, s/autoria


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 17:19 | link do post | E custa, comentar neste blog? | ver fofocas (1) | favorito

Sexta-feira, 01.10.04

caixaomad_cmedio.gif
Toda a família em Cuba se surpreendeu quando chegou de Miami um ataúde com o cadáver de uma tia muito querida. O corpo estava tão apertado no caixão que o rosto estava colado no visor de cristal.
Quando abriram o caixão encontraram uma carta, presa na roupa com um alfinete, que dizia assim:

Queridos Papai e Mamãe,
Estou lhes enviando os restos de tia Josefa para que façam seu enterro em Cuba, como ela queria. Desculpem por não poder acompanhá-la, mas vocês compreenderão que tive muitos gastos com todas as coisas que, aproveitando as circunstâncias, lhes envio.

Vocês encontrarão, dentro do caixão, sob o corpo, o seguinte:
12 latas de atum Bumble Bee, 12 frascos de condicionador e 12 de xampu Paul Mitchell, 12 frascos de Vaselina Intensive Care (muito boa para a pele. Não serve para cozinhar!), 12 tubos de pasta de dente Crest, 12 escovas de dente e 12 latas de Spam das boas (são espanholas) e 4 latas de chouriço El Miño.

Repartam com a família, sem brigas!
Nos pés de titia estão um par de ténis Reebok novos, tamanho 9, para o Joseíto (é para ele, pois com o cadáver de titio não se mandou nada para ele, e ele ficou amuado). Sob a cabeça há 4 pares de "popis" novos para os filhos de António, são de cores diferentes (por favor, repito não briguem!).

A tia está vestida com 15 pulóveres Ralph Lauren, um é para o Robertinho e os demais para seus filhos e netos.
Ela também usa uma dezena de sutians Wonder Bra meu favorito), dividam entre as mulheres e também os 20 esmaltes de unhas Revlon que estão nos cantos do caixão. As três dezenas de calcinhas Victoria's Secret devem ser repartidas entre minhas sobrinhas e primas.
A titia também está vestida com nove calças Docker's e 3 jeans Lee. Papai fique com três e as outras são para os meninos.
O relógio suíço que papai me pediu está no pulso esquerdo da titia. Ela também está usando o que mamãe pediu (pulseiras, anéis, etc.). A gargantilha que titia está usando é para a prima Rebeca, e também os anéis que ela tem nos pés.
E os oito pares de meias Chanel que ela veste são para repartir entre as conhecidas e amigas, ou, se quiserem, as vendam (por favor, não briguem por causa destas coisas, não briguem).

A dentadura que pusemos na titia é para o vovô, que ainda que não tenha muito o que mastigar, com ela se dará melhor (que ele a use, custou caro).
Os óculos bifocais, são para o Alfredito, pois são do mesmo grau que ele usa, e também o chapéu que a tia usa. Os aparelhos para surdez que ela tem nos ouvidos são para a Carola. Eles não são exactamente os que ela necessita, mas que os use mesmo assim, porque são caríssimos.

Os olhos da titia não são dela, são de vidro. Tirem-nos e nas órbitas vão encontrar a corrente de ouro para o Gustavo e o anel de brilhantes para o casamento da Katiuska.
A peruca platinada, com reflexos dourados, que a titia usa também é para a Katiuska, que vai brilhar linda, em seu casamento.

Com amor, sua filha
Carmencita.

PS1: Por favor, arrumem uma roupa para vestir a tia para o enterro e mandem rezar uma missa pelo descanso de sua alma, pois realmente ela ajudou até depois de morta.
Como vocês repararam o caixão é de madeira boa (não dá cupim); podem desmontá-lo e fazer os pés da cama de mamãe e outros consertos em casa.
O vidro do caixão serve para fazer um porta-retracto da fotografia da vovó, que está, há anos precisando de um novo.
Com o forro do caixão, que é de cetim branco (US$ 20,99 o metro) Katiuska pode fazer o seu vestido de noiva.
Não esqueçam, com a alegria destes presentes, de vestir a titia para o enterro.

Com amor,
Carmencita.

PS2: Com a morte de tia Josefa, tia Blanca caiu doente; não desanimem, logo, logo, vocês receberão mais coisas daqui.
---------------------------------------------------------------
artigo recebido por repasse, via Internet (s/autoria)


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 17:27 | link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito


R O D A P É

E se o Windows o atrapalhar...

...

PENSAMENTOS

Ninguém é tão feio como na identidade,

tão bonito como no Orkut,

tão feliz como no Facebook,

tão simpático como no Twitter,

tão ausente como no Skype,
tão ocupado como no MSN

nem tão bom como no Curriculum Vitae!!!

(from 'Yang N Cris')

Aquele que ao longo do dia

é activo como uma abelha,

forte como um touro,

trabalha que nem um cavalo

e ao fim da tarde se sente cansado que nem um cão,

deveria consultar um veterinário
porque é bem possível que seja burro.

(anónimo)

TAGS - temas do blog
(clique em cima)

01-frases-diversas

02-piadas-bd

02-piadas-prosa

03-testes e diversos

04-histórias-casos

05-tabaco-drogas

06-cultura-datas

06-cultura-geral

06-você-sabia-que

07-poemas-crónicas-laura

07-poemas-crónicas-outros

08-futebol

08-piadas-prosa-bd-futebol

09-artigos-divertidos

10-informática

11-internetices

12-atenção-avisos

12-saudosos

todas as tags

Algo sobre mim
subscrever feeds
Links especiais dos Blogs da minha autoria
Novidades no blog

BILHETINHO SAFADO..

Inacreditável

BEBÉ À PORTA DA EMPRESA

Atentado terrorrista no B...

Chegou o verão... ao Bras...

Alteração ao Código do Tr...

O Último dos Sorrisos

Isso é negociação!

Enterro à cubana

Antiguidades óptimas
Então? À espera de quê?

Quentes e boas
Muito legal adorei o post eu am o michael !
Ainda bem que não fui atingido por essa doença que...
É mesmo daqueles dia que nada me diz, prefiro foto...
Oi, XARÁ! Adorei seu Blog!Eu estava procurando ch...
O texto sobre o verão é da Rosana Hermann - blog ...
Banners-2

Morre, vírus maldito!!!!!

Fujam, que o anti-vírus pifou!!!

A atrevidinha da claque!!!!!

Como são feitos os smiles: